Conjunto da Pampulha será palco de circuito cultural

Evento que acontece a partir de outubro nas praças e ruas da região terá intensa programação artística

Os espaços culturais do Conjunto Moderno da Pampulha, além de praças e ruas da região, vão receber, a partir de outubro, o Circuito Cultural Pampulha. O evento, que entra no calendário de Belo Horizonte este ano, contará com intensa programação artística, incluindo teatro, dança, circo, música, exposições, culturas urbanas, cinema, literatura, performances e gastronomia. A abertura do Circuito acontece no próximo dia 11, com presença dos artistas Chico César, Titane e Grupo Congadar, a partir das 19h, na Praça Geralda Damata Pimentel. No mesmo fim de semana também haverá apresentação de Maíra Baldaia, Bloco dos Pescadores e Espetáculo A Princesa Gaia no dia 12, a partir das 17h30, e Tianastácia e Grupo Union Latina, no dia 13, também a partir das 17h30.

O Circuito Cultural Pampulha promove democratização de acesso e popularização desses espaços tão importantes para o cenário cultural da cidade. A programação tem o objetivo de estimular a aproximação e a convivência do público com o Patrimônio Cultural da Humanidade, promovendo a relação de pertencimento e o reconhecimento da importância da preservação.

Além de divertir e promover a interação entre belo-horizontinos e visitantes, o Circuito Cultural Pampulha desenvolve uma ocupação artístico-cultural nos espaços tombados como Patrimônio Cultural da Humanidade e os utiliza de forma consciente, valorizando o espaço pelo seu potencial arquitetônico e histórico, promovendo uma nova opção de convivência estimulada pelas artes e pela cultura.

Patrimônio da Humanidade

 O Conjunto Moderno da Pampulha tornou-se Patrimônio da Humanidade pela Unesco em julho de 2016, ao representar uma obra-prima do gênio criativo humano, pelo impacto sobre o desenvolvimento da arquitetura, urbanismo e paisagismo e por ser um exemplar excepcional de conjunto arquitetônico.

Um dos itens sob os olhos da Unesco é exatamente a relação entre a sociedade e o seu bem considerado Patrimônio Cultural da Humanidade, o que reforça a ideia de circuito. Sob esta perspectiva, o projeto aproxima a população belo-horizontina e visitantes do Conjunto Moderno da Pampulha, por meio de uma intensa e qualificada programação.

 

 

Comentários

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir Para o TOPO