BH é a campeã nacional de frequência a concertos, museus e teatros

Pesquisa desvenda hábitos culturais em doze capitais brasileiras; foram pesquisados 14 hábitos como leitura e acesso a cinema, shows e festas populares.
Em Belo Horizonte, a proximidade e fácil acesso de equipamentos culturais como os do Circuito Praça da Liberdade estimulam a população a visitá-los.

O Circuito Cultural da Praça da Liberdade, onde se localiza o Memorial Minas-Vale, está localizado em local de fácil acesso, o que estimula a frequência (Flickr)

Os hábitos culturais da população de doze capitais brasileiras foram revelados pela pesquisa “Cultura nas capitais”, cujos números mostram como 33 milhões de pessoas consomem diversão e arte. Foram pesquisados 14 hábitos como leitura e acesso a cinema, shows e festas populares e, de acordo com o levantamento, mais de 30 milhões fizeram algum tipo de atividade, o que revela o imenso potencial do mercado cultural no Brasil.

Os Institutos JLeivacultura e Esporte e Datafolha abordaram mais de 10 mil pessoas acima de 12 anos entre 14 de junho e 27 de julho de 2017 com a seguinte pergunta: “o que você costuma fazer em seu tempo livre, quando não está trabalhando nem estudando?” As respostas mostraram que a leitura é a atividade cultural preferida dos entrevistados, seguida de ir ao cinema, shows de música, festas populares e feiras de artesanato. Bibliotecas e espetáculos de danças ficam à frente de visitas a museus e teatros e concertos de música erudita são a atividade menos frequentada na área.

68% dos entrevistados disseram ter lido ao menos uma obra literária no último ano – ao mesmo tempo, 15% não tiveram acesso a livro algum, evidenciando a desigualdade no acesso a produtos culturais.  Salvador é capital onde as pessoas mais leem (72%); Porto Alegre é a que mais vai ao cinema (70%), São Luiz adora danças populares e Brasília é número um entre os frequentadores de bibliotecas.

Belo Horizonte é a campeã brasileira de frequência em concertos de música clássica, museus e teatros. Uma das explicações é a proximidade de equipamentos culturais importantes como o CCBB, o Espaço do Conhecimento, o Museu das Minas e dos Metais no Circuito Cultural da Praça da Liberdade, local de fácil acesso para a população. Entre as cidades pesquisadas, a capital mineira é a que apresenta os melhores índices: 68% gostam de ler, 64% vão ao cinema, 46% frequentam shows e 42% festas populares, 31% vão a museus e o mesmo percentual ao teatro.

Veja a pesquisa em http://www.culturanascapitais.com.br

Editora do site Novos Inconfidentes, é formada em Comunicação Social pela UFMG, trabalhou na revista Isto É e no jornal O Tempo e colaborou como cronista e redatora em várias publicações. [ Ver todas as publicações ]

Comentários

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir Para o TOPO